Cartões

Quais Documentos Posso Usar Como Comprovante de Renda?

Comprovante de Renda
Redator
Publicado por Redator

Em algum momento de nossa vida é muito provável que necessitaremos de crédito para colocar em andamento nossos projetos pessoas de vida, seja para adquirir um imóvel, um automóvel, para viajar, investir nos estudos, entre muitas outras possibilidades.

E é justamente neste momento que surge aquelas velhas dúvidas sobre quais documentos utilizar como comprovante de renda ou se esse ou aquele documento serve, etc.

Para tentar sanar um pouco estas dúvidas, resolvemos abordar este tema e trouxemos muitas informações que podem ser importantes para o seu caso específico.

Bom, em primeiro lugar é um fato corriqueiro que as instituições bancárias e financeiras exijam de seus clientes tal comprovação, seja para a concessão de crédito através de empréstimos pessoais, financiamentos de produtos ou ainda através do limite de cartões de crédito.

Este processo ocorre porque é preciso que a instituição que emprestará o dinheiro tenha a certeza e a garantia de que a renda mensal recebida por seu cliente faz jus àquela concessão de crédito e o possa pagar tranquilamente no decorrer do tempo estipulado.

Isso é feito desta forma para que seja calculado qual é o risco de crédito e também para se saber como calcular o limite que poderá ser disponibilizado.

Em outras palavras, podemos definir este processo na seguinte situação: um trabalhador assalariado que recebe R$ 2.000,00 mensais, não poderá contrair ou obter um crédito de R$ 100.000,00. Basicamente estamos falando aqui daquela velha máxima popular de que “você não pode pagar mais do que aquilo que recebe”.

Deste modo portanto, o comprovante de renda se torna fundamental para as análises de crédito que são realizadas pelas empresas de concessão, pois é a das informações colhidas nestes documentos que serão definidos os tipos de serviços a serem ofertados oferecido para cada consumidor.

Comprovante de Renda para Assalariados x Autônomos

Os trabalhadores que possuem carteira de trabalho assinada conseguem comprovar renda de forma muito tranquila, pois a própria carteira de trabalho assinada já demonstra sem equívocos quais são os rendimentos mensais daquele trabalhador.

Já outros profissionais como os autônomos sentem muita dificuldade para conseguir crédito porque é um processo cansativo tal comprovação. Além dos trabalhadores autônomos e profissionais liberais, temos também situações em que pessoas recebem valores advindos de alugueis, pequenos negócios não regularizados, dentre outras situações.

Pela legislação vigente, temos que ninguém poderá ser discriminado ou prejudicado no momento de obter crédito se não possuir uma carteira de trabalho assinado, um contrato de emprego ou um holerite. Outros documentos podem e devem ser usados por qualquer cidadão em situações como esta.

Vejamos na sequência abaixo alguns exemplos de documentos que podem ser usados neste processo todo:

Declaração do Imposto de Renda

Este documento informa tudo o que foi recebido pelo declarante no ano anterior, mas um problema comum é quando ele não está atualizado, sendo assim, a instituição poderá solicitar outros documentos que complementem as informações contidas na declaração, como extratos, comprovantes de recebimento, carteira de trabalho e outros, sendo cada caso um caso a se tratar de forma individual.

Carteira de Trabalho

Assim como dissemos anteriormente, este documento talvez seja o principal para quem deseja tomar crédito na praça, porém pode não ser o único exigido caso você declare uma renda maior do que está na CTPS.

Novamente documentos como a declaração do IR e muitos outros poderão ser solicitados para se esclarecer quaisquer dúvidas restante.

Holerite

Este documento é muito cômodo também porque informa dados bem mais específicos sobre os ganhos daquele determinado trabalhador. Porém, ele também pode não incluir benefícios e comissão por vendas, assim, as empresas poderão solicitar comprovantes de até 6 meses para exaurir todas as dúvidas.

DECORE

A Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos, mais conhecida como DECORE, é bastante utilizada para quem tem dificuldade de comprovar renda. Nesse caso, um contador solicita os documentos que ajudam na comprovação, como comprovantes, extratos, declaração do IR e outros, e escreve, a partir desses dados, um declaração do valor da renda. Ela precisa ser redigida por um contador registrado no Conselho Regional de Contabilidade. Procure portanto um profissional para saber quais documentos você deve apresentar para a elaboração da DECORE.

Extrato do Banco

Os extratos bancários nem sempre serão aceitos como comprovante de renda, por isso você deverá se informar na instituição da qual deseja obter crédito se os mesmos poderão ser utilizados.

Caso eles sejam aceitos adicionalmente a outros documentos, você deverá imprimir pelo menos os comprovantes dos últimos 3 meses e os mesmos deverão conter a assinatura do gerente do seu banco para serem mais credíveis.

Eram estas portanto as informações que gostaríamos de compartilhar com você sobre quais os documentos usar como comprovante de renda, principalmente se você for um trabalhador autônomo, profissional liberal, MEI, entre outros.

Qualquer dúvida nos escreva um comentário abaixo que rapidamente responderemos a todos.

Sobre o autor

Redator

Redator

Sou muito ligado em tudo que diz respeito à cartões de crédito e débito. Se algum cartão é vantajoso pra mim, certamente será bom pra você!

2 Comentários

Deixa um Comentário